Anápolis registra mais de 70 mil empregos formais


Em abril Anápolis criou 898 novas vagas de empregos formais. Com isto, neste último mês o município registrou 70.641 mil empregos com carteira assinada. O resultado mostra ritmo de contratações, que apresenta projeções positivas para todo o ano de 2011.
A informação é do Ministério do Trabalho e corresponde aos dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged).
Nos primeiros quatro meses de 2011 foram criadas 3.358 vagas. Um total 15.798 postos de emprego foram ofertados neste período. Segundo os dados do Caged, neste quadrimestre 2.516 pessoas conquistaram o primeiro emprego.
Outras 13.229 conseguiram a recolocação no mercado. Contratos de trabalho com prazo determinado representaram 1,8% das inserções no mercado.

Qualificar
O balanço apresentado Sine de Anápolis demonstra o resultados animadores para o mercado de emprego no município. De acordo com os dados, de janeiro a abril foram feitas 15.798 admissões, contra 12.440 demissões, gerando um saldo de positivo de 4,75%.
Parte do bom resultado se deve à política desenvolvida no município para qualificação de mão de obra. O programa Qualificar desenvolvido pela Prefeitura de Anápolis oferece diversos cursos nas diferentes áreas, observando sempre as necessidades da população e a demanda da sociedade.
O programa visa não só a inserção no mercado de trabalho, mas a permanência promovendo sua constante qualificação profissional. Apenas em 2010 mais sete mil pessoas foram qualificadas através de parcerias com escolas de educação profissional ou pela própria Prefeitura de Anápolis. Neste ano o Qualificar ampliou sua oferta para 10 mil vagas.
Outro fator preponderante para os resultados na geração de emprego e renda são os investimentos em aparelhamento público. As iniciativas refletem na atração de mais empresas para Anápolis e mesmo a ampliação das já instaladas.

O beneficio do crédito ao micro e pequeno empresário, política adotada pelo município, também influencia diretamente a geração de postos de emprego formal. (Ascom)


0 comentários: